Entrevista: A Equipe de Framework do Blitz

Soldados!

Queremos apresentar para vocês nossa equipe de Framework. Esses caras estão trabalhando no desenvolvimento do motor do Blitz; a parte do jogo responsável pelos gráficos, desempenho e som. Victor Kleschenko e Olga Mamul acreditam que sua equipe é a mais amigável das redondezas. E eles têm a certeza de que o World of Tanks Blitz vai ser um grande sucesso.


“Sou responsável pela Equipe de Tools dentro do departamento de Framework”, explica Victor a propósito do seu papel na empresa. “’Tools’ é, na verdade, o nome do editor de conteúdos 3D, do editor do IU, e de algumas ferramentas usadas para exportar e converter recursos para dispositivos móveis.

“Enquanto colega, e não apenas profissional, sou sociável e estou sempre pronto para ajudar os outros. Além disso, eu gosto muito de trabalhar não só com os colegas do Framework, mas também com o departamento de Arte. Muitas vezes eles pedem minha opinião sobre as estruturas para o SO Android”.

“Eu sou Assistente de Gerenciamento de Projeto”, continua Olga. “Minha responsabilidade é assegurar que todas as coisas que criamos para o jogo estão prontas a tempo e correspondem aos nossos padrões de qualidade. Com “coisas” estou me referindo a caraterísticas gráficas e todos os melhoramentos possíveis para os editores usados pela equipe.”

“Apesar de toda a responsabilidade, sou sempre bastante amigável e estou sempre disponível para ajudar os meus colegas”.

No que se refere à sua experiência com o jogo, Olga e Victor são unânimes: eles estão adorando e por vezes até ficam agarrados ao jogo.

Na Wargaming, é comum chamar as pessoas por seus nicknames online, em vez de seus nomes reais. A equipe de Framework não é exceção. “Temos uma tradição de nos dirigirmos uns aos outros pelos nossos nicknames dos bons velhos tempos dos online shooters”, explica Victor. “O cara a quem chamamos Smile senta-se mesmo ao meu lado no escritório. Seu nome verdadeiro é Sergei Zdanevich. Algumas pessoas têm nomes tão imponentes que nem precisamos inventar: veja por exemplo Solovei [‘roxinol’ em russo]. Quanto a mim, a galera me chama Mite.”

Os colegas de Olga chamam ela de “Volga” (o nome de um rio russo) - foi assim que seu nome foi adotado na brincadeira a partir de Volha, a tradução bielorrussa de seu nome real. Ela não quer assim tanto ser chamada de Volga, mas quando diz isso ela nos mostra um grande sorriso.

Noites sem dormir não são incomuns. “É difícil lembrar um final de semana sem resolver uma tarefa ou duas”, diz Victor. “Mal acordo recebo uma mensagem na JIRA [o software colaborativo de nossa empresa]”, conta Olga. “Depois eu vejo que a galera passou a noite toda trabalhando e isso me acalma”, brinca. Mas de repente ela fica séria: “Todos os departamentos que estão desenvolvendo o World of Tanks Blitz dependem de nós, e falhar um prazo significa deixar eles ficar mal, o que nós não podemos permitir que aconteça”.

É difícil para Victor e Olga recordarem histórias profissionais divertidas. “Receio bem que não haja nenhuma diversão no que fazemos”, explica Victor. “Ou fazemos algo espetacular ou estragamos tudo.”

Olga concorda: “Se nós nos rirmos por causa de uma falha em nossas tarefas, logo de seguida temos pessoas irrompendo no nosso espaço e chorando porque têm toneladas de problemas. E é aqui que toda a diversão acaba”. 

Olga gosta de trabalhar num escritório maioritariamente de homens: “Toda a gente escuta você com atenção, trata você bem, e todos os elogios vão somente para você”.

Victor afirma que Olga não tem quaisquer privilégios por ser a única mulher entre homens: “Quando se trata de trabalho, tudo é bastante rígido e duro. Por outro lado, a Olga recebe todos os benefícios. Eu ando pelo escritório procurando ‘o tributo’ - um monte de doces para a Olga”.

E na altura de elogiar sua equipe, Olga e Victor são imparáveis. Eles se sentem gratos a todos e cada um dos membros do círculo de Framework. Todo o mundo tem objetivos claros, faz um excelente trabalho para chegar até eles, e trabalhar lado a lado dá à equipe uma motivação e satisfação únicas.

Quanto aos departamentos “amigos”, o grupo destaca a equipe de Cliente. “Somos muito amigos dos designers e de todas as pessoas do departamento de Cliente, e gostávamos de agradecer a sua paciência!” Olga presta um tributo aos seus colegas. “Nós construímos o motor móvel do Blitz, e a equipe de Cliente usa ele frequentemente. Quando há um problema do nosso lado, eles são sempre compreensivos”.

Olga e Victor estão ambos certos de que o World of Tanks Blitz vai vingar. Ainda há muito a ser feito, mas eles já estão planejando como vão celebrar o sucesso do jogo.

“Não é o momento de discutir comemorações. Precisamos de lançar o jogo a tempo, ver como ele funciona, e só depois teremos o direito de relaxar”, diz Victor. “Quando chegar a altura, no entanto, vamos ter uma comemoração memorável!”

Fechar